CRPSP

Leia Mais

CRP SP apresenta obras finalistas do V Prêmio Arthur Bispo do Rosário na Estação Sé do Metrô

segunda-feira, outubro 12, 2009 14:47

A partir do dia 10 de outubro de 2009, sábado, na Estação Sé do Metrô, estará aberta a Exposição das ...

Curiosidades

Leia Mais
O Psicodrama e seu criador

O Psicodrama e seu criador

domingo, julho 26, 2009 18:49

[caption id="attachment_493" align="alignleft" width="150" caption="Clique para ampliar!"][/caption] “Mais importante que a evolução da criação, é a ...

Desenvolvimento

Leia Mais
ADOLESCÊNCIA, TEMPO DE RECONHECIMENTO

ADOLESCÊNCIA, TEMPO DE RECONHECIMENTO

segunda-feira, setembro 21, 2009 15:56

[caption id="attachment_599" align="alignleft" width="150" caption="Clique para ampliar!"][/caption] Por Gabriela Azevedo “O futuro não é mais como era antigamente...” Renato Russo O futuro ...

Dinâmicas de Grupo

Leia Mais
Dinâmica de grupo - Jogo do Xadrez

Dinâmica de grupo – Jogo do Xadrez

sábado, julho 18, 2009 23:01

  [caption id="attachment_488" align="alignleft" width="150" caption="Clique para ampliar!"][/caption] Objetivo: estimular o trabalho em equipe, percebendo a importância da administração na produção ...

Diversos

Leia Mais

CRP SP apresenta obras finalistas do V Prêmio Arthur Bispo do Rosário na Estação Sé do Metrô

segunda-feira, outubro 12, 2009 14:47

A partir do dia 10 de outubro de 2009, sábado, na Estação Sé do Metrô, estará aberta a Exposição das ...

Educacional

Leia Mais

Nenhum post nesta categoria.

Filmes

Leia Mais
Uma análise psicológica do filme: Perfume - A história de um assassino

Uma análise psicológica do filme: Perfume – A história de um assassino

sábado, dezembro 13, 2008 22:55

[caption id="attachment_120" align="alignleft" width="150" caption="Clique para ampliar!"][/caption] Perfume - A história de um assassino O filme se passa no século XVIII, na França. Jean Baptiste Grenouille passou por grandes rejeições a começar por sua mãe, que o abandonou sob uma banca de peixes esperando que ali morresse como todos os outros cinco filhos que tivera. Mas por algum motivo sem explicação, em meio de tanta sujeira e condições precárias para um recém-nascido, contrariou todas as expectativas e sobreviveu à negligência de sua mãe e aos maus tratos de todos os outros durante o decorrer de sua infância. Com um olfato apurado, a cada dia demonstrava grande obsessão por odores. Inicialmente não fazia distinção de bons e maus odores, mas quando se torna um homem, amadurecendo sua sexualidade e libido a fonte de seu prazer, de todos os olfatos anteriormente sem distinção, passou a ser o odor feminino. O olfato era sua única via de reconhecimento e relacionamento com o mundo. Jean Baptiste dizia conhecer todos os odores do mundo, mas o que parecia chamar mais a atenção era o odor feminino. Tanto que, a partir desta obsessão, se transforma num assassino em série, tentando capturar o cheiro de mulheres, mas em vão, pois percebeu que aquele era um cheiro particular e não poderia ser encontrado em mais ninguém e nem retirado daquele corpo. Esta foi sua primeira grande frustração, pois percebeu que não podia reter sua fonte de prazer.

Geral

Leia Mais
Psicologia do Sono

Psicologia do Sono

domingo, agosto 9, 2009 15:55

[caption id="attachment_535" align="alignleft" width="150" caption="Clique para ampliar!"][/caption] Atualmente a comunidade científica discute cada vez ...