Dinâmica de Grupo – Bunker

Posted by on quinta-feira, abril 9, 2009, 18:00
Esta notícia foi postada na categoria Dinâmicas de Grupo e possui 3 Comentários até agora.
Clique para ampliar!

Clique para ampliar!

Objetivos: Desenvolver a negociação, comunicação e habilidade de debate nos participantes.

Tempo: Aproximadamente 1h30.

Material: Uma cópia das orientações para cada subgrupo.

Desenvolvimento:
1ª Etapa: Dividir o grupo em 2 subgrupos, entregar uma cópia das orientações a cada um e explicar que terão 40 minutos para chegarem a conclusão das 5 pessoas que irão salvar no Bunker, mas deverão apresentar os motivos que os levaram à escolha de cada um.
2ª Etapa: Após os 40 minutos, abre-se para que cada subgrupo apresente suas idéias. Feito o compartilhamento das idéias, informe que, das pessoas escolhidas, todos juntos terão que decidir apenas cinco pessoas finais para serem salvas.

Observações: Esta dinâmica de grupo pode ser utilizada tanto em etapas de um processo seletivo como em treinamentos comportamentais. No decorrer da dinâmica, fique atento às reações do grupo, suas manifestações e métodos de escolhas. No desenvolvimento da 2ª etapa há grande possibilidade de observar o nível de comunicação e papéis que cada um exerce dentro do grupo, como líder, reativo, proativo, e outros.

Orientações:
Bunker

Bunkers são estruturas de concreto com arquitetura militar utilizadas em grandes guerras para proteger as pessoas.
Há a informação secreta que daqui a 40 minutos, um cometa irá destruir toda a vida humana na terra, a qual entrará num período três meses de frio e escuridão. Os cientistas acham que a terra não terá condições de manter a vida humana.
Vocês como grandes chefes militares, estão seguros num bunker que os manterá em condições apertadas, mas toleráveis, durante seis meses, passados os quais poderão sair e tentar viver lá fora. Até onde sabem, vocês são as únicas pessoas do mundo que irão sobreviver. O bunker tem capacidade para mais cinco pessoas, e as portas só se fecharão quando a capacidade estiver completa.
Há onze pessoas lá fora, dentre as quais vocês poderão escolher os outros cinco sobreviventes. Será preciso que cheguem a uma conclusão e apresentem o motivo de suas decisões.

  • Tâmara – bióloga: colombiana, 31 anos, especialista de renome mundial sobre a ecologia Amazônica e os possíveis efeitos de um inverno nuclear. Durante seu trabalho em campo, desenvolveu conhecimentos sobre reprodução animal. Locomove-se numa cadeira de rodas, em conseqüência de um acidente de helicóptero.
  • Kende – estudante: negro, 25 anos, formado pela Universidade de Londres, fazendo pós-graduação em metalurgia. Seu chefe no trabalho dúvida que ele consiga concluir o curso.
  • Paul – trabalhador rural – branco, 59 anos, viúvo, sofre de reumatismo e tem deficiência auditiva. Muita experiência e bom conhecimento de agricultura.
  • Lu – engenheira mecânica: chinesa, 34 anos, estava verificando o sistema de ventilação do bunker quando surgiu a emergência. Tem profundos conhecimentos de sistemas de controles informatizados.
  • Richard – dentista: australiano, 25 anos, ainda em boa forma física. Seu teste de HIV foi positivo.
  • Maureen – cozinheira: branca, 46 anos, divorciada, trabalha num restaurante próximo. Tem grande experiência em alimentação. Após o divórcio, uma série de romances fracassados a levou ao alcoolismo.
  • Garja – menino: malaio, 8 anos. Gordo, mimado por pais ricos, inteligente e um pouco precoce. Os professores e psicólogos prevêem um futuro acadêmico brilhante para ele.
  • Len – segurança: inglês, negro, 29 anos, exonerado do exército com desonra, em função de ter mantido relações sexuais com outros soldados, depois de ter sido condecorado por bravura no incidente das Ilhas Flaklan. Anda armado.
  • Marek – psicanalista: polonês, 57 anos. Trabalhou com psicoterapia; muito conceituado em sua profissão, cego.
  • Farna – médica: paquistanesa, 31 anos, trabalha numa clínica de doenças sexualmente transmissíveis. Embora tenha uma visão liberal da função da mulher, quer que seus filhos tenham educação muçulmana.
  • Alice – professora: branca, 27 anos, trabalhou com crianças de todas as idades. Recuperou-se recentemente de uma overdose de drogas, e está tomando antidepressivo.
Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu site.

3 Comentários para “Dinâmica de Grupo – Bunker”

  1. Ludmilla
    2009.11.19 16:00

    ola faço faculdade de enfermagem e meu professor de Gestão porpos uma dinamica ra fazermos com a gaelera da sala..a chei essa o maximo, mas ela não nos motra a resosta ou seja, qual seriam as pessoas dieias a serem salvas.. como acho a resposta? obrigada

  2. 2009.12.05 20:05

    Ludmilla, para esta dinâmica não há resposta correta, você apenas analisa as respostas do grupo e coerência de idéias. Esta dinâmica é interessante para tratar sobre o tema de negociação, persuasão, comunicação, preconceito, e outros mais que surgirem no grupo.

    Obrigada por sua visita.

    Psicóloga | Online!

  3. 2009.12.28 20:30

    Olá, Apresentarei aos funcionários alguns trechos de filmes para relização de treinamento. Vocês possuem o trecho ideal de cada filme. Possui alguma sugestão de Dinâmica?

    Obrigada.

Deixar um comentário